ACT BEFORE CLIMATE CHANGE, CHANGE OUR LIFES (ABCCCOL)

Em julho passado decorreu uma mobilidade juvenil na Grécia (em Patras), que agregou adolescentes de duas escolas públicas portuguesas, em representação da Nó Górdio e dois líderes de grupo, cada um deles a exercer funções numa dessas escolas/agrupamentos.

Houve uma preparação cuidada dos participantes – nomeadamente reuniões presenciais para averigúar o estado da poluição em zonas marinhas, formação em linha sobre as alterações climáticas com uma especialista na temática (Professora Doutora Bárbara Machado), reuniões em linha com os jovens e os seus pais,…

 

Uma reunião com todos
(Preparando a mobilidade)

 

Foram 48 jovens e 12 líderes de grupo que refletiram em torno de questões das alterações climáticas.

O objetivo do projecto foi aumentar o nível de conhecimento ambiental e a sensibilização para a necessidade de proteger o ambiente através de métodos alternativos de acordo com as realidades ambientais das comunidades locais.

O projeto trabalhou as alterações climáticas e o aquecimento global, e visou permitir que os jovens e os seus líderes trabalhassem em conjunto e reforçassem a sua cidadania europeia, promovendo ao mesmo tempo a inclusão, o ambiente e a consciência europeia.

Os objetivos assumidos foram:
– fortalecer a identidade europeia dos participantes e, consciência da necessidade de participação social para reduzir as alterações climáticas entre Cidadãos europeus.
– fazer com que os jovens participantes saíssem da caixa dando as suas próprias ideias em empreendedorismo verde.
– encorajar a participação direta destes 48 jovens de 9 países e encorajar a adopção de uma atitude responsável em relação à redução do consumo de energia e do desperdício.
– compreender as diferenças entre nações, tornando-as mais unidas através do encontro entre diferentes culturas
– promover a redução da poluição ambiental e compreender a importância de um ambiente de vida saudável entre os membros das comunidades.
– incrementar uma alimentação sustentável, um uso racional da energia e, em geral, manter uma atitude responsável em relação a estas questões.

A ideia foi utilizar uma variedade de diferentes métodos educativos não formais de pensar fora da caixa para o empreendedorismo verde, desenvolvimento pessoal, coaching, gestão do tempo, psicologia, contra a discriminação social e cultural e muitos outros temas que se estão a tornar permentes. O objetivo foi divulgar estes métodos através das ONG e ajudar os jovens a tornarem-se mais equilibrados e felizes na sua vida diária, bem como aumentar as suas taxas de empregabilidade.

Em termos de Erasmus +, foi importante para :
x a melhoria das competências e aptidões-chave dos jovens;
x incluir participantes com menos oportunidades;
x promover a participação e a cidadania ativa no mercado de trabalho europeu;
x aumentar as oportunidades de mobilidade de aprendizagem para os jovens activos no trabalho juvenil;
x reforçar a cooperação entre as instituições parceiras.

 

Em partilha, um vídeo resumo desta experiência: 

 

EnglishPortuguese